quarta-feira, outubro 21, 2009

Gay Santa Cruz - Bolívia




Por ser a cidade mais desenvolvida da Bolívia, em Santa Cruz de la Sierra há algumas opções de vida noturna gay.
Embora seja complicado achar informações na internet sobre nomes e localizações destes locais e também pelo fato da cidade ser um pouco difícil de ser explorada, apesar das barbadas de corridas de táxis baratas, encontrei algo e fui em busca de diversão.
Como só tinha uma noite de sexta-feira para conhecer algo, fui na provavelmente mais badalada disco gay da cidade, a Gayles (3er. Anillo Interno, número 3035 - entre las Avs. Roca y Coronado y Centenario).
A entrada é gratuita, mas nem por isto o público é vulgar (deve haver uma política de seleção na portaria, imagino eu!). Mas os preços das bebidas compensam este brinde do free pass, pois estão bem acima da média boliviana.
Música boazinha, muita gente bonita, show de belíssimos strippers (masculinos e femininos) durante toda a noite, com nudez total. Atentem para o fato de que os strippers se aproximam, chegam nas mesas para conversar, principalmente quando notam que quem está alí é estrangeiro. Em geral pedem algo para beber e ganham certa "comissão" pelos drinks consumidos, que são mais caros do que para os frequentadores habituais do ambiente. O melhor é fazer a linha imbecil e fingir não saber falar espanhol caso seja abordado, para evitar este gasto extra, já que a maioria deles não fala inglês. Ou senão ser rude e dizer que não paga drink nenhum e pronto. Suponho que alguns façam programas caso sejam solicitados.
Conheci uma trava simpática e nos divertimos pencas. Através dela soube que há outros lugares na cidade, como bares, pubs e outras discos, a maioria na região central.
Nota-se que o colocón grita nos banheiros, devido ao entra e sai de grupinhos cada vez mais animados. Vale lembrar que estamos na Bolívia, né meu bem?
Fica aí a dica, aos interessados. Quem for ao Gayles provavelmente se divertirá. E lá é possível descobrir outros "boliches de ambiente", caso queiram se aventurar mais pela noite cruzeña.
Bom fervo!

4 comentários:

Fabio disse...

Olá boa noite... Gostei da sua materia hehehe... Me prendeu ate o final dela hehehe..

Olha vou para santa cruz dia 28 agora dae vou a um evento que minha amiguissima ira representar o brasil. Reina Hispanoamericana.

Bom gostaria de ter mais detalhes dos lances gay...

Email e MSN: virtua_21@hotmail.com

Abração

arauto disse...

Olá,

Adorei sua matéria sobre a vida Gls de Santa Cruz, já conheço La Paz e sei que a vida gay lá deixa muito a desejar.

Mas, como moro em Rondônia, fiquei interessado em conhecer Sta Cruz,e me animei com sua dica!

Um grande abraço

Anônimo disse...

Estive na Gayles achei bom, mas é um ambiente tanto hetero quanto gays, agora tem um anao horrivel que faz strip , as mulhers sem graca, os homens sao interessantes, mas tudo robotizado, as pessoas ficam sentadas e apaticas, até que a pista de dance fique liberada para uns gatos pingados dancarem, porem os brasileiros modificam este cenario, assuviam e dancam bastante

abrcs JD

Anônimo disse...

gostei da materia sobre gays aqui da Bolivia, sou novo aqui, cheguei a 2 semanas ka não sabia mais o que fazer sem poder sair, agora vou procurar ir a Gayles :) Sou estudante de medicina, tenho 16 anos, espero encontrar alguem por aqui que possa me acompanhar sempre :) bjos